Pular para o conteúdo principal

Pré-candidato da Frente de Oposição de Cantanhede lidera intenções de voto



O município de Cantanhede já vive intensamente o clima eleitoral, mesmo faltando mais de três meses para a eleição, ou mais precisamente 102 dias, a eleição municipal é de longe o assunto mais comentado e discutido em toda a cidade.

Os pré-candidatos ao executivo e legislativo municipal intensificam diálogos, debates e negociações no sentido de garantirem a viabilidade de aprovação nas convenções partidárias que devem ocorrer entre os dias 20 de julho a 5 de agosto, e toda esta movimentação de partidos e grupos políticos contagia e empolga a população. 

Três grupos políticos com seis pré-candidatos ao cargo majoritário trabalham nos bastidores para garantir a indicação e oficialização de suas candidaturas. A busca por alianças, acordos e coligações é uma constante.

O grupo denominado de Frente de Libertação de Cantanhede, reúne os partidos PC do B, PEN, PTC, PR, PDT, PHS e PP, usou a estrategia de lançar quatrp pré-candidatos à prefeitura - Dr. Elvy (PEN), Dra. Meire (PC do B), Biran Castro (PDT) e Abraão da Farmácia (PR). Em acordo prévio ficou acertado que o escolhido será aquele que reunir melhores condições e liderar as pesquisas em 30 de julho. 

PSD, PMDB, PT, PRP, PMN, PSL, PSB e PTN formam a frente de oposição de Cantanhede, eles indicaram o Ruivo, Ex-secretário de governo da atual gestão. O pré-candidato tem o forte apoio do Deputado Federal Hildo Rocha. 

O Prefeito José Martinho, o Kabão e seu grupo politico lançaram o Vereador Paulo Coelho o Fubuia ( PV), ex. Secretário de Agricultura, Fubuia tem o apoio do PV, Prós, PSC e PTB, PRB e do Deputado Federal Zé Carlos da Caixa. 

No ultimo final de semana a divulgação de uma uma pesquisa eleitoral realizada no município agitou os grupos políticos e intensificou os debates sobre as eleições de 02 de outubro. Realizada pelo IMAP (Pesquisa de Opinião Pública) nos dias 3 e 4 de junho e registrada no TSE com o código MA-05774/2016, a pesquisa ouviu 382 pessoas na sede e na zona rural do município.

Conforme a pesquisa se as eleições fossem hoje, espontânea, Ruivo (PSD) teria 38,0%, Paulo Coelho (PV), que é candidato apoiado pelo prefeito Zé Martinho (Kabão) teria 20,7%, Dr. Elvy (PEN) teria 5,2%, Meire Valéria (PCdoB) fica com 5,0%, Abraão Souto (PR) teria 4,5% e Brian Castro (PDT) teria 0,3%. Na pesquisa espontânea o percentual de indecisos é de 26,4%.

Já na estimulada, Ruivo (PSD) fica com 39,3%, Paulo Coelho (PV) tem 24,6%, Meire Valéria (PCdoB) aparece com 6,5%, Dr. Elvy (PEN) fica com 5,8%, Abraão Souto (PR) tem 5,0% e Biran Castro tem 1,0 %. Na pesquisa, estimulada o percentual de indecisos é de 17,8%.

Na sede do município, que detém 90% do eleitorado, a vantagem de Ruivo fica bem maior. O pré-candidato do PSD passa a ter 44,3% das intenções de votos. O pré-candidato do prefeito Zé Martinho (Kabão), Paulo Coelho (PV) cai para 17,4%, Meire Valéria (PCdoB) tem 7,1%, Dr. Elvy (PEN) aparece com 6,7%, Abraão Souto (PR) tem 4,3% e Biran Castro (PDT) fica com 1,6%.

Neste caso o percentual de indecisos é de 18,6%. A pesquisa também ouviu a população sobre a aceitação da administração do prefeito Zé Martinho (Kabão) e na sede do município, 53,8% dos entrevistados desaprovam a atual gestão, 17,8% aprovam, 17,8% não sabem/não responderam e 10,7% estão indecisos.

Ruivo que lidera as pesquisas, tem o apoio do deputado federal Hildo Rocha (PMDB), cinco vereadores, vários suplentes de vereadores e outras lideranças comunitárias. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Miranda do Norte participa do Encontro de Gestoras de Políticas Públicas Municipais para as Mulheres

- Encerramento com a presença da Deputada Valeria Macedo, Procuradora da Mulher na Assembléia Legislativa -  A Secretária Municipal da Mulher, Nathaliane Aguiar e a coordenadora municipal, Milka Amorim participaram nos dias 14 e 15 de fevereiro,  no auditório do Convento das Mercês em São Luís,  do Encontro de Planejamento Estratégico para Organismos de Políticas Públicas para Mulheres do Estado do Maranhão.

Maranhense de Matões do Norte é morta a facadas em Campinas SP

Uma maranhense de 36 anos foi assassinada a facadas  na cidade paulista de Campinas. A mulher é natural de Cantanhede e seus pais moram em Matões do Norte onde o corpo deve ser sepultado. A vitima morava há  cerca de seis anos em Campinas (SP). Edna Maria da Silva de Sousa, foi morta  na tarde de quinta-feira (23),   dentro de  um ônibus da linha 197 (Jardim Marisa), em Campinas (SP), e teve o corpo abandonado  na altura do Km 86 da Rodovia Engenheiro Miguel Melhado Campos (SP-324). Edna foi atingida   com cerca de 14 facadas no tórax e nas costas.   O corpo da vitima foi encontrado graças a uma testemunha que viu o veículo fazendo o retorno e abandonando corpo no local. Após a denuncia, policiais foram até o local onde encontraram a vitima ainda com vida, socorrida ela não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital. O ônibus onde ocorreu o crime foi localizado pela policia na garagem da empresa.  O principal suspeito de assassinar Edna Maria é o motorista do ônibus,  e

COVID-19: Miranda do Norte flexibiliza regras de funcionamento das atividades econômicas

Estabelecimentos comerciais que ofertam serviços considerados não essenciais no município de Miranda do Norte podem retornar suas atividades, a partir desta quinta-feira (16), restaurantes e lanchonetes também voltam a atender o público.  A medida de flexibilização das regras de funcionamento das atividades econômicas no município foram anunciadas nesta quinta-feira (16), através do Decreto 017/2020 GP, publicado na edição 649 do Diário Oficial do Município. ACESSE AQUI O Decreto 017/2020 O Decreto condiciona o funcionamento destes estabelecimentos ao cumprimento de regras e requisitos previamente estabelecidas e que devem ser seguidas a risca sob pena do fechamento compulsório do estabelecimento. Vale destacar a obrigatoriedade do uso massivo de máscaras, de qualquer espécie, inclusive de pano (tecido), confeccionada manualmente, como medida preventiva de evitar a transmissão comunitária da COVID-19. Para ter acesso aos estabelecimentos considerados como essenciais