Pular para o conteúdo principal

Prefeito Magno Amorim sofre derrota na Câmara e pedido de CPI do Fundeb é aprovado







Não é nada confortável a situação do prefeito de Itapecuru Mirim, Magno Amorim (PPS), há exatos 102 dias das eleições, a Câmara Municipal em sessão ordinária realizada na manhã da última segunda-feira (20), aprovou pedido de abertura de CPI para apurar supostas irregularidades nas prestações de contas do FUNDEB.

Magno foi eleito em 2012 com o discurso do novo e da mudança, pregando novos rumos para a politica e a administração local. O povo se deixou seduzir pelo canto da sereia e embarcou no papo fácil de Amorim, o resultado foi catastrófico. 

Desde que tomou posse o prefeito vem sendo alvo de inúmeras denuncias por parte do Ministério Público. No dia 10 de junho, a 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itapecuru-Mirim, propôs Ação Civil Pública de obrigação de fazer, com pedido de tutela de urgência, contra o Município de Itapecuru-Mirim, o Ministério Público solicita que, no prazo de 48 horas, o Município restabeleça a oferta de transporte escolar para todos os alunos da rede. 

NO caso da CPI, oito vereadores votaram pela abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito, dois se abstiveram e outros dois faltaram à sessão. Aprovada por 2/3 do parlamento como determina o regimento, a CPI deve convocar para depor o Secretário Municipal de Educação, Pedro Everton, o Secretário de Administração e o Prefeito Municipal, Magno Amorim.




Em 2014, a 3ª Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim instaurou inquérito civil para apurar a oferta de transporte escolar na rede de ensino municipal.

Entre outros dados, o Município, em 16 de dezembro de 2014, informou a existência de 3.078 alunos usuários do transporte escolar, sendo 2.289 da rede municipal e 789 da rede estadual.

A Secretária Municipal de Educação de Itapecuru-Mirim comunicou que o Município possui oito ônibus e três micro-ônibus próprios, responsáveis por 12 rotas, além de 47 veículos locados para realização das demais rotas.

Somente nos anos de 2014 e 2015, o Município gastou com locação de veículos de transporte escolar o valor global de R$ 5.663.969,20, contratados junto à Cooperativa de Transporte Escolar de Itapecuru Mirim (Itacoop).

Levantamento feito pelo MPMA apontou que com a quantia o Município de Itapecuru-Mirim poderia ter adquirido pelo menos 20 ônibus, no montante R$ 4.557.420,00, restando ainda R$ 1.106.549,20 para a manutenção dos veículos e custeio de outras despesas de transporte escolar. "Tem-se, desse modo, que o Município prioriza a locação de veículos em detrimento da aquisição de veículos próprios", afirmou a promotora Carla Mendes Alencar, na ação.

Representações e documentos encaminhados à Promotoria de Justiça apresentaram queixas quanto ao transporte escolar fornecido pela Prefeitura, incluindo a interrupção da oferta, a existência de motoristas sem habilitação, a utilização de veículos do transporte escolar por pessoas comuns, além do uso de veículos pequenos, inadequados para o transporte de estudantes.

Segundo a promotora de justiça, a investigação constatou a total inadequação dos veículos disponibilizados contratualmente pela Itacoop ao transporte de crianças e adolescentes, gerando grave risco de evasão escolar.

"Como se pode perceber, o Município não cumpre seu dever legal de oferecer e zelar pelo regular e adequado serviço de transporte escolar, caracterizando ofensa direta a Direito encartado na Constituição Federal, sendo, dessa forma, necessária a intervenção judicial para adequação e funcionamento do serviço em Itapecuru-Mirim".

O Ministério Público, ainda, que diversos proprietários de veículos se associaram na Itacoop após o atual prefeito de Itapecuru-Mirim assumir a chefia do Poder Executivo Municipal. "Assim, faz-se necessário corrigir tal distorção, compelindo ao Prefeitura a promover a gradativa substituição da frota terceirizada por frota própria", concluiu a promotora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dupla é presa em flagrante por porte e tráfico de drogas em Miranda do Norte

Durante abordagem de rotina a locais suspeitos de funcionar como ponto de venda de drogas em Miranda do Norte, uma guarnição da 2ª CIA de Polícia de Militar prendeu dois indivíduos em flagrante por posse de drogas com características de tráfico.


José Eleilton Santos Silva e Denilson Pereira da Silva foram presos em flagrante, na rua do Triângulo,depois que polícias militares ao revistaram a dupla e encontraram em seu poder oito porções de uma substância análoga a crack além de outras três porções de substância análoga a cocaína, o que segundo o comandante da operação policial caracteriza posse de drogas com características de tráfico.
Ao receber voz de prisão a dupla resistiu, sendo necessário o uso da força para imobilizar e conduzir os detidos para a Delegacia de Polícia, onde foram apresentados com escoriações devido resistência a prisão.

Polícia Civil apreende arma de grosso calibre e munição em Miranda do Norte

Operação policial deflagrada nesta quarta-feira (23), em Miranda do Norte resultou na apreensão de uma arma de fogo e várias munições.

Durante buscas realizadas pela Polícia Civil por intermédio da 2° Delegacia Regional de Itapecuru Mirim em uma residência na  Avenida São Luís,  bairro Novo em Miranda do Norte foram apreendidas munições de calibres 12 e 38, além de uma espingarda 12.

Fundação da Vila Esperança confirma liderança de Nilsinho do Pindoval e reascende a esperança de Pindoval voltar a ter um representante na Câmara de Vereadores

M
Mais populoso povoado do município de Miranda do Norte, Pindoval sente a falta de um legítimo representante na Câmara Municipal. Sem um filho da terra com assento na casa do povo a comunidade sente-se desprestigiada e acumula uma lista sem fim de demandas e reivindicações até então ignoradas pelo legislativo municipal. 

Abastecimento irregular de água, carência de um programa habitacional popular com vistas a sanar o déficit de moradia para a população mais carente, alem da ausência de espaços para a prática de esporte e e lazer, são problemas antigos que esperam por solução. 

Ciente de que sem um nome forte na Câmara de Vereadores os muitos problemas da comunidade tendem a aumentar e a caducar por falta de solução, a população de Pindoval decidiu se unir em torno de uma liderança jovem, filho da terra, que reúne todas as condições para defender os interesses de Pindoval no legislativo Municipal buscando soluções para os muitos problemas do povoado.



Nascido e criado na rua do Sol em Pin…