Pular para o conteúdo principal

Ministra dos Direitos Humanos entrega veículo para Conselho Tutelar de Miranda do Norte


Miranda do Norte recebe nesta quinta-feira (23), 01 automóvel Aircross (Citröen), 05 computadores, 01 impressora, 01 refrigerador e 01 bebedouro, para uso exclusivo do Conselho Tutelar do município. Os equipamentos foram adquiridos pelo Ministério dos Direitos Humanos através de recursos de emenda parlamentar do deputado Weverton Rocha (PDT-MA) ao Orçamento de 2016 e visam garantir o bom funcionamento do Conselho.

Conforme Beto Carvalho, secretário Municipal do Meio Ambiente em Miranda do Norte, e gestor do projeto, parte do KIT - os cinco computadores, a impressora, o refrigerador e o bebedouro - já está na prefeitura de Miranda do Norte, aguardando apenas a entrega do veículo para ser repassado ao Conselho Tutelar do município.    

A entrega será feita pela ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, pelo governador Flávio Dino e pelo deputado Weverton Rocha às 14h, durante a inauguração da Casa da Mulher Brasileira, com a presença do prefeito, representantes políticos do município, e conselheiros tutelares.

Além de Miranda do Norte outros 19 municípios também foram beneficiados com o kit: Açailândia, Amarante do Maranhão, Axixá, Brejo, Buritirana, Coroatá, Cururupu, Davinópolis, Godofredo Viana, Icatu, Igarapé Grande, Itinga do Maranhão, Lago dos Rodrigues, Miranda do Norte, Mirinzal, Palino Neves, Pedreira, São Félix de Balsas, São João do Caru, Trizidela do Vale.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Miranda do Norte participa do Encontro de Gestoras de Políticas Públicas Municipais para as Mulheres

- Encerramento com a presença da Deputada Valeria Macedo, Procuradora da Mulher na Assembléia Legislativa -  A Secretária Municipal da Mulher, Nathaliane Aguiar e a coordenadora municipal, Milka Amorim participaram nos dias 14 e 15 de fevereiro,  no auditório do Convento das Mercês em São Luís,  do Encontro de Planejamento Estratégico para Organismos de Políticas Públicas para Mulheres do Estado do Maranhão.

Maranhense de Matões do Norte é morta a facadas em Campinas SP

Uma maranhense de 36 anos foi assassinada a facadas  na cidade paulista de Campinas. A mulher é natural de Cantanhede e seus pais moram em Matões do Norte onde o corpo deve ser sepultado. A vitima morava há  cerca de seis anos em Campinas (SP). Edna Maria da Silva de Sousa, foi morta  na tarde de quinta-feira (23),   dentro de  um ônibus da linha 197 (Jardim Marisa), em Campinas (SP), e teve o corpo abandonado  na altura do Km 86 da Rodovia Engenheiro Miguel Melhado Campos (SP-324). Edna foi atingida   com cerca de 14 facadas no tórax e nas costas.   O corpo da vitima foi encontrado graças a uma testemunha que viu o veículo fazendo o retorno e abandonando corpo no local. Após a denuncia, policiais foram até o local onde encontraram a vitima ainda com vida, socorrida ela não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital. O ônibus onde ocorreu o crime foi localizado pela policia na garagem da empresa.  O principal suspeito de assassinar Edna Maria é o motorista do ônibus,  e

COVID-19: Miranda do Norte flexibiliza regras de funcionamento das atividades econômicas

Estabelecimentos comerciais que ofertam serviços considerados não essenciais no município de Miranda do Norte podem retornar suas atividades, a partir desta quinta-feira (16), restaurantes e lanchonetes também voltam a atender o público.  A medida de flexibilização das regras de funcionamento das atividades econômicas no município foram anunciadas nesta quinta-feira (16), através do Decreto 017/2020 GP, publicado na edição 649 do Diário Oficial do Município. ACESSE AQUI O Decreto 017/2020 O Decreto condiciona o funcionamento destes estabelecimentos ao cumprimento de regras e requisitos previamente estabelecidas e que devem ser seguidas a risca sob pena do fechamento compulsório do estabelecimento. Vale destacar a obrigatoriedade do uso massivo de máscaras, de qualquer espécie, inclusive de pano (tecido), confeccionada manualmente, como medida preventiva de evitar a transmissão comunitária da COVID-19. Para ter acesso aos estabelecimentos considerados como essenciais