Pular para o conteúdo principal

VIANA: dona de ótica e suposto "oftalmologista" são presos em flagrante


É comum no interior do estado e até na capital, óticas fornecerem consultas de vista gratuita aos clientes com o compromisso de que estes adquiram os óculos no estabelecimento. A dificuldade de ter acesso a um oftalmologista leva milhares de pessoas a procurar essa alternativa mais rápida e bem mais em conta, as óticas aproveitam para aumentar o faturamento.


Mas neste cenário nem tudo são facilidades, existem percalços e perigos nem sempre vistos a tempo. Por exemplo,  os oftalmologistas que fazem esse tipo de trabalho quase sempre são de fora da cidade ou até da região, e portanto desconhecidos dos pacientes o que dificulta e impede saber se o profissional tem registro no CRM - Conselho Regional de Medicina, ou seja se a pessoa está habilitada para exercer a função de oftalmologista.  

Não são raros os casos de pessoas inabilitadas presas em flagrante exercendo ilegalmente a profissão, foi o que aconteceu na manhã da última quinta-feira (23), no centro da cidade de Viana, município da baixada maranhense distante  218 quilômetros de São Luis.  

Após denúncia de uma vítima, a equipe da policial civil de Viana, sob o comando da Delegada Sara Bonfim, deslocou-se até o endereço informado (praça da Bíblia - Viana), onde flagrou o homem identificado como Paulo Roberto Barboza Bezerra exercendo a profissão de médico oftalmologista, sem o devido registro no Conselho Regional de Medicina. No local foram encontrados vários equipamentos para a realização de consultas oftalmológicas, bem como receituários em branco. Paulo Roberto foi preso pelos delito de exercício ilegal da medicina.

A proprietária da Ótica Luótica, Maria Lucineide Trindade Viana, também foi presa e autuada pelo crime de estelionato, já que segundo a polícia, por ser a proprietária da LUÓTICA, ela era a responsável por captar pacientes e agendar as consultas do falso médico. Ainda segundo as investigações, Maria Lucineide arcaria com as despesas de aluguel de salas de atendimento e em troca o falso médico indicaria a ótica para a confecção dos óculos prescritos às vítimas. Os envolvidos foram encaminhados à Delegacia Regional de Viana para os procedimentos cabíveis, juntamente com o material apreendido. 

Participaram da prisão a DPC SARA BONFIM e os IPC's ADÃO RONILDO E PAULO ROBERTO.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Miranda do Norte participa do Encontro de Gestoras de Políticas Públicas Municipais para as Mulheres

- Encerramento com a presença da Deputada Valeria Macedo, Procuradora da Mulher na Assembléia Legislativa -  A Secretária Municipal da Mulher, Nathaliane Aguiar e a coordenadora municipal, Milka Amorim participaram nos dias 14 e 15 de fevereiro,  no auditório do Convento das Mercês em São Luís,  do Encontro de Planejamento Estratégico para Organismos de Políticas Públicas para Mulheres do Estado do Maranhão.

Maranhense de Matões do Norte é morta a facadas em Campinas SP

Uma maranhense de 36 anos foi assassinada a facadas  na cidade paulista de Campinas. A mulher é natural de Cantanhede e seus pais moram em Matões do Norte onde o corpo deve ser sepultado. A vitima morava há  cerca de seis anos em Campinas (SP). Edna Maria da Silva de Sousa, foi morta  na tarde de quinta-feira (23),   dentro de  um ônibus da linha 197 (Jardim Marisa), em Campinas (SP), e teve o corpo abandonado  na altura do Km 86 da Rodovia Engenheiro Miguel Melhado Campos (SP-324). Edna foi atingida   com cerca de 14 facadas no tórax e nas costas.   O corpo da vitima foi encontrado graças a uma testemunha que viu o veículo fazendo o retorno e abandonando corpo no local. Após a denuncia, policiais foram até o local onde encontraram a vitima ainda com vida, socorrida ela não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital. O ônibus onde ocorreu o crime foi localizado pela policia na garagem da empresa.  O principal suspeito de assassinar Edna Maria é o motorista do ônibus,  e

COVID-19: Miranda do Norte flexibiliza regras de funcionamento das atividades econômicas

Estabelecimentos comerciais que ofertam serviços considerados não essenciais no município de Miranda do Norte podem retornar suas atividades, a partir desta quinta-feira (16), restaurantes e lanchonetes também voltam a atender o público.  A medida de flexibilização das regras de funcionamento das atividades econômicas no município foram anunciadas nesta quinta-feira (16), através do Decreto 017/2020 GP, publicado na edição 649 do Diário Oficial do Município. ACESSE AQUI O Decreto 017/2020 O Decreto condiciona o funcionamento destes estabelecimentos ao cumprimento de regras e requisitos previamente estabelecidas e que devem ser seguidas a risca sob pena do fechamento compulsório do estabelecimento. Vale destacar a obrigatoriedade do uso massivo de máscaras, de qualquer espécie, inclusive de pano (tecido), confeccionada manualmente, como medida preventiva de evitar a transmissão comunitária da COVID-19. Para ter acesso aos estabelecimentos considerados como essenciais