Deflagrada segunda etapa do Setembro Amarelo em Miranda do Norte

A campanha é em setembro, mas falar sobre prevenção do suicídio em todos os meses do ano é fundamental!

Criado em 2015 no Brasil pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio que visa envolver escolas, universidades, entidades do setor público e privado e a população de forma geral no debate sobre o tema. É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto. 

Com o objetivo de quebrar tabus, compartilhar informações, esclarecer, conscientizar, estimular o diálogo e abrir espaço para tirar o assunto da invisibilidade e, assim, mudar essa realidade, - Hoje, 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos. Aproximadamente 1 milhão de pessoas se matam a cada ano. Sabe-se que os números são muito maiores, pois a subnotificação é reconhecida. Além disso, os especialistas estimam que o total de tentativas supere o de suicídios em pelo menos dez vezes. - a Secretaria Municipal de Saúde de Miranda do Norte - SEMUS - intensifica ações do Setembro Amarelo em todo o município. 

Na última terça-feira (17), a SEMUS iniciou nas unidades de ensino da rede pública municipal através do Programa de Saúde na Escola - PSE a segunda fase da Campanha Setembro Amarelo. O objetivo é estimular crianças, adolescentes e jovens a compartilharem momentos com familiares e amigos, incentivar a valorização da conversa e do bate papo, fortalecendo a importância do diálogo pessoal, desmistificando assim a vida virtual.

A iniciativa busca ainda despertar para a necessidade de ficar atento aos sintomas da depressão e de buscar ajuda imediatamente. A Organização Mundial da Saúde - OMS, define a depressão como um transtorno mental caracterizado por tristeza persistente e pela perda de interesse em atividades normalmente prazerosas, afirmando ainda que entre os maiores obstáculos para o tratamento está o estigma social associado aos transtornos mentais. Esse fator pode contribuir para formas graves da depressão, como risco de morte. 

Desenvolvida com a colaboração das competentes  equipes multiprofissionais das UBS's, CAPS I, NASF, além de outros importantes setores e instituições parceiras, a Campanha Setembro Amarelo em Miranda do Norte vem alcançado excelentes resultados e uma grande receptividade popular.  


A primeira fase da Campanha foi concluída  com eventos no Povoado Campestre e na Unidade Básica de Saúde- BAIRRO NOVO II. Voltada para a comunidade em geral, esta etapa foi marcada por reuniões intersetoriais para mobilização e fortalecimento de vínculos, entrevista em rádio comunitária, oficinas de valorização da vida com usuários intensivos, dinâmicas em grupo, orientações em sala de espera com abordagem sobre fatores de risco e prevenção ao suicídio, panfletagem e colagem de cartazes nas comunidades, palestras nas unidades básicas de saúde e rodas de conversa sobre os fatores que levam ao suicídio.

Atividades desenvolvidas pela SEMUS - Secretaria Municipal de Saúde de Miranda do Norte através do Centro de Atenção Psicossocial-CAPS I, com profissionais enfermeiros, psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais, terapeuta ocupacional, educador físico, assim como outras equipes multiprofissionais das UBS's e do Núcleo de Atenção à Saúde da Família - NASF, durante esta 1ª Fase da Campanha SETEMBRO AMARELO. Seguindo agora a 2ª etapa que será realizada nas escolas da rede pública de ensino pactuadas no Programa de Saúde na Escola - PSE.

A SEMUS agradece a comunidade pela adesão maciça ao Setembro Amarelo.




Comentários

Postagens mais visitadas