Pular para o conteúdo principal

Força Tarefa amplia atividades de limpeza em áreas urbanas de Miranda do Norte



Equipes de trabalho intensificam ações de limpeza e recolhimento de entulhos em ruas e avenidas de Miranda do Norte.

Coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e com apoio das secretarias de Transporte e de Infraestrutura, a operação atende às reivindicações de moradores e busca recuperar e manter o aspecto urbano além de garantir o bem estar e a segurança de visitantes e moradores do município.


O Secretário de Meio Ambiente do Município, Beto Carvalho faz questão de esclarecer que está proibida a queima de lixos, restos vegetais ou plástico em qualquer situação.


"O descarte de entulhos, rejeitos e lixo doméstico, devem ser feitos da forma correta, e sempre colocados em seu devido lugar, para que os promotores da limpeza urbana e da coleta diária, executem seu trabalho com excelência e qualidade, só assim com a participação de todos, teremos um serviço de qualidade e eficiência em nossa cidade" esclarece Beto Carvalho.

"Vale destacar que aqueles que insistirem em promover a queima de lixo ou de quaisquer desses materiais estará infringindo a lei e portanto sujeito a sofrer as sanções punitivas tais como multas, processos entre outros" finaliza o secretário de Meio Ambiente.

Denúncias de desrespeito a legislação do meio ambiente devem ser feitas para os números:

98 98486 6887 - Pedro Carvalho

98 98270 1172* *-Jorgenaldo ( Jorge )

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Miranda do Norte participa do Encontro de Gestoras de Políticas Públicas Municipais para as Mulheres

- Encerramento com a presença da Deputada Valeria Macedo, Procuradora da Mulher na Assembléia Legislativa -  A Secretária Municipal da Mulher, Nathaliane Aguiar e a coordenadora municipal, Milka Amorim participaram nos dias 14 e 15 de fevereiro,  no auditório do Convento das Mercês em São Luís,  do Encontro de Planejamento Estratégico para Organismos de Políticas Públicas para Mulheres do Estado do Maranhão.

Maranhense de Matões do Norte é morta a facadas em Campinas SP

Uma maranhense de 36 anos foi assassinada a facadas  na cidade paulista de Campinas. A mulher é natural de Cantanhede e seus pais moram em Matões do Norte onde o corpo deve ser sepultado. A vitima morava há  cerca de seis anos em Campinas (SP). Edna Maria da Silva de Sousa, foi morta  na tarde de quinta-feira (23),   dentro de  um ônibus da linha 197 (Jardim Marisa), em Campinas (SP), e teve o corpo abandonado  na altura do Km 86 da Rodovia Engenheiro Miguel Melhado Campos (SP-324). Edna foi atingida   com cerca de 14 facadas no tórax e nas costas.   O corpo da vitima foi encontrado graças a uma testemunha que viu o veículo fazendo o retorno e abandonando corpo no local. Após a denuncia, policiais foram até o local onde encontraram a vitima ainda com vida, socorrida ela não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital. O ônibus onde ocorreu o crime foi localizado pela policia na garagem da empresa.  O principal suspeito de assassinar Edna Maria é o motorista do ônibus,  e

COVID-19: Miranda do Norte flexibiliza regras de funcionamento das atividades econômicas

Estabelecimentos comerciais que ofertam serviços considerados não essenciais no município de Miranda do Norte podem retornar suas atividades, a partir desta quinta-feira (16), restaurantes e lanchonetes também voltam a atender o público.  A medida de flexibilização das regras de funcionamento das atividades econômicas no município foram anunciadas nesta quinta-feira (16), através do Decreto 017/2020 GP, publicado na edição 649 do Diário Oficial do Município. ACESSE AQUI O Decreto 017/2020 O Decreto condiciona o funcionamento destes estabelecimentos ao cumprimento de regras e requisitos previamente estabelecidas e que devem ser seguidas a risca sob pena do fechamento compulsório do estabelecimento. Vale destacar a obrigatoriedade do uso massivo de máscaras, de qualquer espécie, inclusive de pano (tecido), confeccionada manualmente, como medida preventiva de evitar a transmissão comunitária da COVID-19. Para ter acesso aos estabelecimentos considerados como essenciais